quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Impressão "Braille. BR"

Estava debulhando a internet para realização de um “sonho” e encontrei o processo de impressão em braile que não perfura o papel, é o “Braille.BR”, a impressão é em relevo e foi aplicada na obra literária “Adélia Cozinheira”, com texto de Lia Zatz, ilustrações de Luize Weiss e design gráfico de Wanda Gomes. O lançamento foi em outubro do ano passado.

“O objetivo da Coleção Adélia (Adélia Cozinheira é o seu primeiro volume) é atingir o público infantil, 3 a 10 anos, incluindo crianças com deficiência visual com grau de limitação de 10 a 100%. Para tanto, busca cumprir exigências também da visão subnormal não somente quanto a visualização e legibilidade de texto, como também no que diz respeito a percepção das cores, e de sensações táteis e olfativas identificáveis”. Leia mais sobre esses detalhes da obra no site da Inclusive.

O “Braille. BR”, com patente requerida por Wanda Gomes, é um “processo de impressão que produz: precisão no diâmetro e na altura da cela braille, aumento incomensurável da vida útil do material impresso, legibilidade total mesmo sobre o texto em tinta , aplica-se a vários substratos além do papel.” Fonte: http://www.wgproduto.com.br/

Imagine!
Eu já imaginei as aplicações gráficas e sensoriais que este processo e o exemplo dessa obra podem gerar em outras obras.

Leia sobre a grafia da palavra "braile", no site "Diversidade em Cena".

2 comentários:

Gell disse...

Ótimo Rosa , obrigada pela dica! ameiii ok ? vc está bem ? bjus fika com Deus!!

Rosa da Rosa disse...

Olá Gell!Tá tudo bem! Há um site "super legal", para ser bem explorado, caso ainda não conheça, visite em: http://deficienciavisual.com.sapo.pt/index.html
Abraço.