segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Poema "Cascavel"



CASCAVEL

Cobra teimosa

pintou-se em cor e rosas
bem antes da primavera.
Soprou seu vento forte
encheu do sul ao norte
as calçadas de flores belas.

Cascavel mulher vaidosa
desafia a natureza
e se mostra com a riqueza
e assusta o assustado
que por ela foi conquistado
hipnotizadora destreza.

6 comentários:

Artes e escritas disse...

O cascavelense tem paixão pela sua terra natal, parabéns. Um abraço, Yayá.

Dario Dariurtz disse...

Lindo!Singelo e lindo. Vejo várias imagens! Quando penso em que bicho seria, eu penso em cabra, por ser um bicho desacreditado e que põe medo, mas eu acho que as cobras sentem mais medo de gente do que a gente delas.

Rosa da Rosa disse...

Yayá, mesmo não sendo minha terra natal, os anos nela vividos estão em mim, as árvores aqui estão floridas.Abraço.

Rosa da Rosa disse...

Dario, parti da minha terra natal onde há cabras e bodes. É preciso conhecê-los e desmistificar o medo. Gostei de te ver sutilmente irreverente por aqui. A fotografia do perfil está ótima! Olha o verde aí!

Eliziane disse...

Rosa, escreva mais poemas como esse! Bjs,

Eliziane

Rosa da Rosa disse...

Doce Eli, então atendi seu pedido, um poema pra você também acabei de publicar. Bjs.